Bárbara Evans diz que gosta de ser comparada à mãe: “Uma honra”

“É um honra pra mim ser comparada a uma mulher tão maravilhosa”, diz Bárbara Evans sobre a mãe, Monique Evans (Foto: RL ASSESSORIA) Filha de Monique Evans , que fez muito sucesso como modelo nos anos 80, Bárbara Evans , de 26 anos, cresceu em meio aos holofotes. Hoje, também trabalha modelando e as comparações físicas com a sua mãe são inevitáveis. Mas isso não a incomoda.

Filha de Monique Evans, que fez muito sucesso como modelo nos anos 80, Bárbara Evans, de 26 anos, cresceu em meio aos holofotes. Hoje, também trabalha modelando e as comparações físicas com a sua mãe são inevitáveis. Mas isso não a incomoda. “Muito pelo contrário!’, diz a modelo. “É um honra ser comparada a uma mulher tão maravilhosa quanto a minha mãe, mas somos pessoas muito diferentes.”

Além de modelar e fazer presenças VIP, Bárbara entrou para o mundo da TV e fez seu primeiro trabalho como atriz em janeiro deste ano na minissérie “Dois Irmãos”, em que interpretou a namorada do personagem de Cauã Reymond. Depois da atuação, ela conta que fez testes e recebeu um convite para um filme, mas ainda está avaliando a proposta. “Fiz 2 cursos de teatro e quero fazer mais papéis, mas sem deixar os outros trabalhos de lado.”

CORPÃO Bárbara é sempre muito elogiada pela sua boa forma, principalmente nas redes sociais, em que posta cliques de biquíni exibindo o shape. O segredo, segundo a modelo, é ter uma alimentação saudável. “Isso não é um problema para mim porque gosto de comer saudável. Como tudo sem óleo, sem gordura e evito carboidrato. Também não sou muito fã de doces. Mas, claro, tenho dias que como o que tenho vontade.” A malhação completa seus cuidados com o corpo. “Me exercito 4 vezes por semana. Me faz bem”.

Bárbara Evans quer continuar a trabalhar como atriz (Foto: RL ASSESSORIA)

RECÉM-SOLTEIRA Bárbara terminou o relacionamento com o deputado federal pelo PSD/TO Irajá Abreu, de 34 anos, recentemente. O motivo? “Distância e agendas”, comenta. Agora, Bárbara garante que está solteira. “Solteira, saindo, mas focada no meu trabalho!”

E o que um pretedente precisa ter para atrair a atenção de Bárbara? “Cada homem tem seus defeitos e qualidades, então não sou muito de rotular o que precisa, pois às vezes ele pode não ter, mas substituir com outra qualidade”.

Segundo a modelo, que já teve namoros de longa data, o segredo para um relacionamento duradouro é a confiança e companheirismo. “É essencial. Sempre digo: ‘Meu melhor amigo é o meu amor’. Num relacionamento é importante ter abertura, união e não dar importância a pequenas coisas.”

Bárbara Evans e o deputado Irajá Abreu (Foto: Reprodução/Instagram)

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda  Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Todo poder às curvas! 8 modelos plus size que estão roubando a cena no mundo da moda

Ashley Graham (Foto: Divulgação) Única modelo a aparecer na lista das 100 pessoas mais influentes de 2017, da revista “Time”, Ashley Graham é a prova de que a indústria da moda precisa rever seus padrões de uma vez por todas. Em tempos de musas fitness, que ganham as redes com suas silhuetas superenxutas, as modelos plus size começam a roubar a cena, das passarelas às redes sociais, com uma mensagem clara: a moda é, sim, para todas! No último NYFW, Ashley foi a grande estrela de dois importantes desfiles, Michael Kors e Prabal Gurung.

Ashley Graham (Foto: Divulgação)Ashley Graham (Foto: Divulgação)

Única modelo a aparecer na lista das 100 pessoas mais influentes de 2017, da revista “Time”, Ashley Graham é a prova de que a indústria da moda precisa rever seus padrões de uma vez por todas. Em tempos de musas fitness, que ganham as redes com suas silhuetas superenxutas, as modelos plus size começam a roubar a cena, das passarelas às redes sociais, com uma mensagem clara: a moda é, sim, para todas!


No último NYFW, Ashley foi a grande estrela de dois importantes desfiles, Michael Kors e Prabal Gurung. No segundo, riscou a passarela ao lado de Candice Huffine e provou que o clamor por mais diversidade no universo fashion vem, pouco a pouco, surtindo efeito.


Esqueça as Angels! A seguir, confira as modelos nas quais você precisa ficar de olho a partir de agora.


ASHLEY GRAHAM
Aos 29 anos, a norte-americana já fez história ao se tornar a primeira modelo “fora dos padrões” ao posar de biquíni para a capa da edição de verão da revista esportiva “Sports Illustrated”. Depois disso, viu seu nome estampado nas principais publicações de moda do mundo. Com 4 milhões de seguidores no Instagram, ela é definitivamente a top da vez!

Fluvia Lacerda (Foto: Reprodução Instagram)Fluvia Lacerda (Foto: Reprodução Instagram)

FLUVIA LACERDA 
Apesar de ter nascido no Brasil, Fluvia, 36, que já foi chamada de “Gisele Bündchen plus size”, viu sua carreira deslanchar mesmo no exterior. Depois de se mudar para os Estados Unidos, há dez anos, para estudar inglês, precisou trabalhar como babá e faxineira para driblar as dificuldades financeiras. Até que, em 2003, foi descoberta por um olheiro dentro do ônibus. Entre seus feitos históricos está o fato de ter sido a “primeira gorda a ser capa de uma edição de aniversário da revista Playboy”, em suas próprias palavras. Em breve, sua história vai virar livro!

Jennie Runk (Foto: Reprodução Instagram)Jennie Runk (Foto: Reprodução Instagram)

JENNIE RUNK
Depois de estrelar a campanha de 2013 da H&M, a norte-americana de 27 anos passou a figurar na lista das modelos do momento. Engajada, levanta não só a bandeira das mulheres plus size, como também pelos direitos LGBTs. Jennie é casada há seis meses com a ativista Andria May-Corsini. “Não existe nenhum glamour em abraçar um só tipo de corpo”, declarou.

Saffi Karina (Foto: Reprodução Instagram)Saffi Karina (Foto: Reprodução Instagram)

SAFFI KARINA 
Esta londrina de 27 anos já foi rejeitada por uma agência de modelos, onde trabalhava há dois anos, por ser “grande demais”. Na época, vestia manequim 40. Decidida a abraçar suas curvas – “meus quadris são deste tamanho e não vão mudar de maneira nenhuma” -, adotou uma rotina sem restrições e, quando alcançou o manequim 46, voltou a modelar. Desta vez, como plus size. Desde então, tem sido estrela de diversas campanhas publicitárias, como as das marcas Debenhams, Speedo, John Lewis e Bravissimo.

Justine Legault (Foto: Reprodução Instagram)Justine Legault (Foto: Reprodução Instagram)

JUSTINE LEGAULT
Uma das modelos a encabeçar a campanha #ImNoAngel (Não sou Angel), que se posicionou contra os padrões discrepantes enaltecidos pela Victoria’s Secret, a canadense de 30 anos já estampou capas importantes e chegou a ser comparada a Georgia May Jagger. Para chegar ao post de uma das modelos mais aclamadas da vez, ouviu muitas críticas, mas sua autoestima permitiu que nada a abalasse.

Tara Lynn (Foto: Reprodução Instagram)Tara Lynn (Foto: Reprodução Instagram)

TARA LYNN 
Natural de Seattle, nos Estados Unidos, a top de 34 anos já sofreu bullying na infância por ter sido uma criança gordinha. Ex-garota-propaganda da coleção de swimwear da H&M, ela já estampou as maiores capas de revista de moda do mundo. Hoje, além de modelar, está diretamente ligada a organizações que prestam apoio a meninas que sofrem com distúrbios alimentares.

Candice Huffine (Foto: Reprodução Instagram)Candice Huffine (Foto: Reprodução Instagram)

CANDICE HUFFINE 
Primeira modelo plus size a fotografar para o famoso Calendário Pirelli, em 2015, e uma das modelos que alçaram a campanha #ImNotAngel nas redes, Candice tem deixado sua marca nas principais semanas de moda internacionais. A norte-americana de 32 anos, desfilou na última temporada do NYFW para as grifes Prabal Gurung, Sophie Theallet e Christian Siriano vestindo looks da coleção comercial de todas elas. Fora das passarelas, criou o projeto “Project Start” em parceria com a revista “Women’s Running” para encorajar mulheres a praticarem corrida. Afinal, o esporte também é para todas!

Hunter McGrady (Foto: Reprodução Instagram)Hunter McGrady (Foto: Reprodução Instagram)

HUNTER MCGRADY
Uma das mais jovens entre as colegas, a californiana de 23 anos, segue os passos de Ashley Graham e, este ano, estampou a tão disputada capa de verão da “Sports Illustrated”. Hunter começou sua carreira aos 16, mas os quadris largos a impediram de abraçar muitas oportunidades. Três anos depois, se tornou top plus size, mas prefere evitar o termo, que, segundo ela, promove a segregação. Com mais de 240 mil seguidores no Instagram, ela não hesita em exibir uma beleza sem retoques na rede, expõe sem receios suas estrias, celulites e acnes.


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Veja Fashion Agencia de Modelos e Top Models Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Modelos Brasileiros serão destaque em campanha publicitária de shampoo da Argentina

MODELOS BRASILEIROS DA MAJOR MODEL BRASIL SE DESTACAM EM PUBLICIDADE DE SHAMPOO INTERNACIONAL  

MODELOS BRASILEIROS DA MAJOR MODEL BRASIL SE DESTACAM EM PUBLICIDADE DE SHAMPOO INTERNACIONAL

 

MF COMPOSITES

 

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Veja Fashion Agencia de Modelos e Top Models Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Invista já! Mitos e verdades sobre o laser facial

O laser facial é um dos tratamentos mais procurados no inverno (Foto: Think Stock ) O inverno é a melhor época para os tratamentos faciais pois a incidência de sol é menor e, consequentemente, os resultados são melhores. O laser é um dos preferidos das mulheres

O laser facial é um dos tratamentos mais procurados no inverno (Foto: Think Stock )O laser facial é um dos tratamentos mais procurados no inverno (Foto: Think Stock )

O inverno é a melhor época para os tratamentos faciais pois a incidência de sol é menor e, consequentemente, os resultados são melhores. O laser é um dos preferidos das mulheres. E há alguns tipos como os ablativos que agridem a pele (CO2 e Erbium) e os não-ablativos, mais leves (Q-switched ND: YAG e o Diodo). Depende da necessidade. O Q-switched, comercialmente conhecido como Spectra, é o melhor para manchas. O CO2 é o mais indicado para rejuvenescimento, porém, como é um tratamento que causa muito dor, vale a pena optar pelo Diodo que necessita de mais sessões, mas não agride a pele e não dói. Em conversa com a dermatologista Monica Aribi, ela explicou os mitos e verdades desta tecnologia da beleza.


A aplicação dói.
Depende. No geral, os lasers ablativos doem e necessitam de anestésico. Já os não ablativos, que não agridem a pele, doem bem menos e não precisam de anestésico.


O rosto fica vermelho após a aplicação.
Verdade. Co2 e Erbium deixam vermelhidão, além disso a pele descama bastante. São lasers que agridem a pele superficialmente. Já o Q-switched e Diodo, deixam vermelhidão apenas na hora. E o rosto esquenta levemente durante a aplicação, mas algumas horas depois a pele já está normalizada e o paciente pode retomar sua rotina.


Na primeira sessão já vê resultados.
Verdade. Com os ablativos, logo na primeira aplicação já é possível ver a diferença. Os não-ablativos são recomendados cerca de 3 sessões.


Não pode tomar sol após aplicação.
Verdade. É sempre importante reaplicar o filtro solar de 3 em 3 horas.


Pele negra não pode receber o laser.
Mito. Os não-ablativos podem ser aplicados, sim. Os outros tipos podem causar manchas na pele.


Pacientes com espinha podem fazer esse procedimento.
Verdade. Sem problemas.


Grávidas não podem.
Mito. Mas é recomendado a grávida ficar calma durante a sessão. Se gerar desconforto ou estresse é melhor interromper o tratamento para não prejudicar o bebê.

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Veja Fashion Agencia de Modelos e Top Models

Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Como funciona o novo medicamento para tratar disfunção sexual nas mulheres

Cada vez mais as questões relacionadas à sexualidade e à libido das mulheres vêm ganhando espaço no âmbito social e científico.

Cada vez mais as questões relacionadas à sexualidade e à libido das mulheres vêm ganhando espaço no âmbito social e científico. Uma prova disso é o novo medicamento aprovado nos Estados Unidos conhecido como “Viagra Feminino”. A substância, na verdade, chama flibanserin, e será comercializada como Addyi.

Antes mesmo de estar disponível no mercado, o produto vem causando comoção no Brasil e no mundo, por ser o primeiro ativo para tratar disfunção sexual feminina e também por ser facilmente associado a uma versão do sildenafil, (Viagra masculino) para mulheres.

No entanto, é importante lembrar que a sexualidade de homens e mulheres não funciona da mesma forma, por isso é um equívoco estabelecer alguma similaridade entre os dois fármacos, principalmente em relação à excitação da mulher. “O desejo feminino é multifatorial, ou seja, não é um único elemento que vai ocasionar a falta de libido.”, afirma Carmita Abdo, psiquiatra Coordenadora do Programa de Estudos de Sexualidade (ProSex) da Universidade de São Paulo (USP). Isso quer dizer que a ausência de desejo sexual na mulher pode estar ligada à pouca harmonia do casal, depressão, problemas no trabalho, outras doenças, uso de certos medicamentos, além de vários outros fatores ou uma combinação deles.
Quais são as diferenças entre os medicamentos?

Os medicamentos flibanserin (feminino) e o sildenafil (masculino) atuam em locais distintos do organismo, e de maneiras diferentes. No entanto, eles foram as primeiras drogas para auxílio no tratamento de desordens sexuais, femininas e masculinas, aprovadas para uso. Confira a seguir a ação de cada um:

Masculino

“O sildenafil (viagra) é uma substância que age provocando uma dilatação dos vasos localizados nas extremidades do corpo, especialmente do pênis”, diz Carmita. Além disso, a especialista explica que o remédio só será eficaz se o homem que o usar tiver o desejo preservado, ou seja, se ele fica excitado mas não consegue manter a ereção. Com o uso de apenas um comprimido já é possível sentir a ação positiva do remédio.

Feminino

Já com o flibanserin, que é um antidepressivo, a atuação é central e não periférica. Isso significa que ela “vai agir no cérebro e causar uma série de alterações que não são locais, influenciando no comportamento como um todo, inclusive, no comportamento sexual“, alerta Carmita. Outra diferença é que “a ação do medicamento vai se dar no desejo, e não precisar dele para se manifestar. Ela age sobre o desejo e não com a presença do desejo”, explica.

Qual é a periodicidade do medicamento?

Com relação à posologia, a mulher precisa fazer uso de um comprimido diariamente por cerca de três semanas para que se comece a notar um aumento do interesse sexual. “O remédio começa a agir em três semanas, e vai atingir em geral na quarta ou quinta semana o pico de ação. Caso até a oitava semana não se perceba nenhum efeito, a chance é que essa mulher não tenha nenhuma resposta a esta medicação”, afirma Carmita.

Como ele funciona no organismo?

A forma como o medicamento atua no organismo e se ele realmente seria eficaz são pontos que ainda estão sendo discutidos e estudados. “Não acredito na sua eficiência isolada, tão pouco que é uma pílula mágica. Minha experiência clínica afirma, mesmo nos casos masculinos, que desejo trata-se com terapia sexual, ou seja, com a ajuda de um psicanalista ou psicólogo com especialização em sexualidade”, afirma a sexóloga e psicanalista Lelah Monteiro, membro da Associação Brasileira de Fisioterapia em Saúde da Mulher e da Sociedade Internacional de Medicina Sexual.

Segundo Carmita Abdo, que também é psiquiatra especialista em sexualidade, a medicação tem a capacidade de liberar dopamina, modificando os níveis de circulação desse neurotransmissor pelo corpo. A substância é responsável por fazer a mulher procurar por recompensas mais gratificantes, possibilitando que ela esteja mais disposta a ter relações sexuais. Além disso, o flibanserin também ajuda a controlar os hormônios que inibem a manifestação da sexualidade, como a serotonina.

Quando o remédio é indicado?

Antes de falar quando e para quem o flibanserin (“viagra feminino”) é indicado, é preciso entender que “a libido feminina é complexa, pois está relacionada a diversos fatores como os hormônios, alimentação, exercícios físicos, além da presença de algumas substâncias que atuam no sistema nervoso central. Por isso, seu tratamento não pode ser visto de forma simplista e exige não só uso de medicações, mas uma mudança no hábito de vida e, também um tratamento psicoterápico da mulher ou do casal”, ressalta Heloisa Ferreira Brudniewski, especialista em ginecologia e obstetrícia pela Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO). Logo, “a medicação não é recomendada para aumentar a performance sexual da mulher”, diz a sexóloga Lelah Monteiro.

Da mesma forma, a ideia não é mudar completamente o perfil sexual da mulher, mas sim aumentar sua libido. Sendo assim, o flibanserin é indicado para mulheres com desejo sexual hipoativo na pré-menopausa em que a causa não seja:

Depressão
Deficiências hormonais
Doenças físicas, como as cardiovasculares
Doenças de ordem psiquiátrica, como ansiedade
Conflitos de relacionamento
Uso de medicamentos que acarretem na falta de libido
Para tanto, “o médico vai fazer primeiro uma extensa anamnese e depois pode precisar de alguns exames para verificar se há alguma causa física. Nesses casos, a falta de desejo é secundária e pode ser resolvida quando o problema anterior for tratado ou depois que se fizer a troca de medicamentos”, diz Carmita.

“Claro que a busca por novas medicações que auxiliem é sempre importante e traz novos recursos para o tratamento, mas muitas vezes é necessário adotar outras medidas também. Quando a mulher sentir o problema, ela deve sempre discuti-lo com o ginecologista, para buscar o melhor tratamento”, orienta Heloisa.

Quais são os efeitos colaterais?

A grande preocupação com relação ao flibanserin, o “viagra” feminino, são os efeitos colaterais, uma vez que nos testes clínicos 13% das mulheres decidiram parar com a medicação por este motivo. Dentre eles estão tontura, boca seca, hipotonia e desmaio. A mulher pode apresentar maior dificuldade de manter a sua consciência, ter fraqueza, uma sensação de fadiga, e isso é potencializado sob o efeito do álcool.

Nos Estados Unidos o flibanserin só será vendido com receita médica retida e também será conferido se o médico que solicitou o remédio tem capacidade de avaliar essa questão, pois ele deverá se responsabilizar por cada paciente e acompanhar os efeitos colaterais muito de perto.

“Sem dúvida o número de pessoas que tiveram os efeitos colaterais é bastante significativo. Mas, cada caso é um caso, e dependendo do grau de alteração do desejo, terão mulheres que não vão apresentar todos os sintomas. Pedofilia. Essa é mais uma razão pela qual a mulher em tratamento precisa ser avaliada o tempo todo, pois é necessário verificar se os efeitos colaterais continuam tão intensos quanto no início ou diminuem, ou se o custo que ela está tendo supre ou não o benefício e também se a prescrição está adequada”, complementa.

Qual o papel da depressão na falta de libido feminina?

A depressão é um importante fator de comprometimento do desejo sexual da mulher, mas por quê? O que acontece é que a depressão possivelmente compromete a atuação dos sistemas de gratificação cerebral. Eles são vias de células nervosas, responsáveis pelos comportamentos motivados, tais como beber, comer e procurar sexo. ?Os sistemas são influenciados por vários neurotransmissores, porém parece que a via final sempre envolve o hormônio da dopamina, a principal das áreas de gratificação. Assim, o prejuízo do funcionamento desses locais estaria relacionado à diminuição da motivação, incluindo a do comportamento sexual”, explica Ivan Mario Braun, psiquiatra e terapeuta comportamental do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).

Além disso, alguns dos medicamentos também têm um papel na diminuição da libido. Segundo Braun, isto ocorre sobretudo quando se usam antidepressivos que aumentam a quantidade de serotonina presente entre as células nervosas. Exemplos de antidepressivos que possuem esta ação são a fluoxetina, sertralina, paroxetina, citalopram, escitalopram, venlafaxina, desvenlafaxina, duloxetina, imipramina, amitriptilina e clomipramina, Este efeito é inexistente ou bem menor com antidepressivos que não possuem esta ação sobre a serotonina, tais como a trazodona, bupropiona, mirtazapina e agomelatina.

O que temos de similar no Brasil?

Apesar de ainda não termos nenhum medicamento para disfunção sexual feminina em si aprovado no Brasil, e a ANVISA ainda não ter sido consultada sobre o flibanserin, as mulheres que se sentem incomodadas com a forma que está a sua sexualidade podem e devem procurar ajudar médica. “Atualmente utiliza-se o uso de algumas substâncias naturais ou hormônios para tentar estimular o desejo sexual na mulher. Mas vale lembrar que o uso isolado de medicamentos pode não ser suficiente para resolver o problema, sendo necessário a abordagem do tema de forma multidisciplinar, com mudanças no estilo de vida e tratamento psicoterápico acompanhado por profissionais especializados no assunto”, afirma a ginecologista Heloisa Brudniewski.

Sobre a aprovação da medicação nos Estados Unidos, a coordenadora do ProSex, Carmita Abdo, opina: “O lado positivo não é intrínseco a substância em si, mas ela traz, na sua vinda, duas possibilidades boas. A primeira é a de inaugurar uma etapa de mais pesquisas na área da sexualidade feminina e outras novas formulações com este objetivo, e a segunda é que o assunto seja mais debatido e conhecido pelas mulheres, médicos e população como um todo – até para que se possa fazer o diagnóstico e prescrição de medicamentos. De repente, podemos dizer que estamos vendo a sexualidade da mulher por uma outra perspectiva”.

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da modaLista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e ModaAgencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Veja Fashion Agencia de Modelos e Top Models

Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

O que os olhos não veem… Comer sem enxergar o alimento ajuda a emagrecer

Fazer a refeição com os olhos cobertos diminui a ingestão de alimentos (Foto: Thinkstock) Da próxima vez em que você estiver seguindo uma dieta para perder peso , experimente apagar a luz ou encobrir os olhos , porque, de acordo com um estudo da Universidade de Konstanz, na Alemanha, a prática pode ajudar no processo de emagrecimento. Segundo os pesquisadores ouvidos pelo jornal “The Telegraph”, não enxergar a comida faz o indivíduo ingerir bem menos alimentos, pois comeria até se sentir safisfeito, sem sofrer a tentação da gula. A técnica inusitada foi posta à prova com um grupo de voluntários.

Fazer a refeição com os olhos cobertos diminui a ingestão de alimentos (Foto: Thinkstock)Fazer a refeição com os olhos cobertos diminui a ingestão de alimentos (Foto: Thinkstock)

Da próxima vez em que você estiver seguindo uma dieta para perder peso, experimente apagar a luz ou encobrir os olhos, porque, de acordo com um estudo da Universidade de Konstanz, na Alemanha, a prática pode ajudar no processo de emagrecimento.


Segundo os pesquisadores ouvidos pelo jornal “The Telegraph”, não enxergar a comida faz o indivíduo ingerir bem menos alimentos, pois comeria até se sentir safisfeito, sem sofrer a tentação da gula.


A técnica inusitada foi posta à prova com um grupo de voluntários. Todos receberam um prato com sorvete e puderam ingerir uma quantidade ilimitada, sendo que alguns, no entanto, tiveram a visão bloqueada durante o experimento. Como resultado, os que não enxergaram a sobremesa comeram 9% a menos de calorias e não a avaliaram tão bem quanto os outros em termos de sabor.


Além disso, a percepção sobre a quantidade de alimento também mudou. Os voluntários com visão bloqueada pensaram ter ingerido muito mais sorvete do que realmente comeram. Isto porque não viram o quanto ainda faltava no prato.


“A privação visual provocou uma dissociação entre a ingestão perceptiva e a real”, comentou um dos autores da pesquisa, Britta Renner.


Os cientistas ainda indicaram que comer no escuro previne a fase cefálica da ingestão, ou seja, a salivação e liberação de suco gástrico no organismo quando o indivíduo vê um alimento. Sem este estágio, o consumo de alimentos é menor.

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Veja Fashion Agencia de Modelos e Top Models

Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

O post O que os olhos não veem… Comer sem enxergar o alimento ajuda a emagrecer apareceu primeiro em MF COMPOSITES E AGENCIAS DE MODELOS.

O post O que os olhos não veem… Comer sem enxergar o alimento ajuda a emagrecer apareceu primeiro em GROVER-FASHION.