Projeto ajuda mulheres que sonham em engravidar, mas sofrem com a infertilidade

O sonho da maternidade (Foto: Débora Santos) Há seis anos, a jornalista paulista Priscilla Portugal , 36, se dedica à realização de seu maior sonho: se tornar mãe .

O sonho da maternidade (Foto: Débora Santos)O sonho da maternidade (Foto: Débora Santos)

Há seis anos, a jornalista paulista Priscilla Portugal, 36, se dedica à realização de seu maior sonho: se tornar mãe. Foram dois anos de tentativas naturais até partir para uma investigação mais profunda, que já envolveu seis médicos. As dificuldades foram agravadas pela falta de sensibilidade dos especialistas, que já chegaram a lhe dar inclusive o diagnóstico de menopausa precoce. Ao buscar mais informações na Internet, ela se deparou com uma série de notícias assustadoras. Diante de tanta insensibilidade e falta de amparo, decidiu que era a hora de não só ajudar a si mesma como também a outras mulheres que também enfrentam o drama da infertilidade.


Em dezembro, Priscilla lançou o site “Cadê meu Neném?”, voltado às “quase-mães”, termo cunhado por ela para se referir a quem compartilha do seu mesmo desejo: gerar um filho. Na página, ela mostra o “diário de sua não-gravidez”, publica entrevistas com médicos e posta depoimentos tocantes de amigas e desconhecidas que procuram por representatividade a fim de amenizar sua dor.


“Quanto menos informação eu tinha, mais desesperada eu ficava”, contou . “Conforme consultava minhas amigas, descobria muitas histórias semelhantes às minhas. Elas confortavam o meu coração, eu não era a única e poderia ter um final feliz. Decidi então criar esse espaço para acolher e inspirar.”


Desde o lançamento, Priscilla já recebeu 35 depoimentos. As histórias vão desde aquelas que buscam há anos por uma solução para a infertilização a casos de mulheres que conseguiram engravidar, passando por quem optou pela adoção ou desistiu do sonho para salvar o casamento.


A seguir, ela expõe suas dificuldades, conta por que o assunto ainda é um tabu e alerta para a importância da empatia.


Quais são os pontos mais marcantes da sua história?
PRISCILLA PORTUGAL
Resumidamente, é uma história de muita ansiedade. No início, fui diagnosticada com baixo estoque ovariano e menopausa precoce. Fiquei desesperada. Já me consultei com médicos tenebrosos. Um deles chegou a dizer que “quem engravida depois dos 35 anos, tem muito mais chances de ter filho com problema neurológico”. Já optei pela fertilização, que é o procedimento com maiores chances de dar certo. Na estimulação, respondi mal e não engravidei. Enfrentei um ano de recuperação emocional. Durante esse tempo, me deparei com informações assustadoras na web. Agora, estou numa nova etapa. Encontrei um imunologista, que descobriu em mim um quadro de inflamação no endométrio. Ele me deu esperanças para tentar novamente. Em paralelo, tenho me interessado cada vez mais pela ideia da adoção.


Por que o assunto ainda é tabu?
PP
Porque vivemos em tempos de rede sociais, onde todo mundo é aparentemente feliz. A infertilidade traz culpa, vergonha, uma sensação de fracasso, abala o casamento…  É um assunto muito sensível, que exige empatia. Eu tenho várias amigas que passaram por isso, mas não quiseram me dar o depoimento para não relembrarem todo o sofrimento que enfrentaram.


Por que precisamos expor esse assunto?
PP
A começar pelo alto valor de um tratamento de fertilidade. A inseminação artificial, que custa entre 4 e 7 mil reais, em São Paulo. E a fertilização chega facilmente aos 20 mil reais. Não há uma oferta no SUS, apesar de a reprodução ser um direito garantido pela Constituição. Grande parte do processo também não é coberto pelo plano de saúde. Enquanto a gente ficar quieta, isso não vai mudar. Apesar de a pauta feminista ser bastante ampla, ela não inclui esse assunto. Resumidamente, trata-se de uma questão cara financeira e emocionalmente.


Você nota um julgamento social sobre as “quase-mães”?
PP
Sim. Está todo mundo sempre pronto para julgar o outro. Eu tenho cachorro, não me considero “mãe de cachorro”, mas compartilhou muitas fotos com ele nas redes sociais. Antes de saber da minha história de infertilidade, as pessoas comentavam: “está na hora de trocar por um filhinho”. Mas elas não faziam ideia de como esse assunto me machucava.


O tratamento hormonal agrava o abalo emocional?
PP
Com certeza. Eu dei muita sorte que durante o meu processo, que incluiu ciclos de fertilização e inseminação, não inchei, nem fiquei depressiva. Mas é muito duro. Vou começar agora o meu tratamento para a endometrite e tenho consultado cada um dos profissionais para entender todos os passos. Eu estou no meu limite, não aguento mais nem tirar sangue. Mas sigo querendo realizar meu desejo.


Você se sente sozinha?
PP
Sim. Esse foi um dos motivos que me fizeram lançar o site. Não quero que ninguém sinta o que estou sentindo. Muitas amigas que tiveram problemas para engravidar, durante esses seis anos em que estou tentando, conseguiram. Com isso, acabaram se afastando, deixaram de ser minhas parceiras de desabafo, porque estão vivendo um novo momento. Não as culpo. Muitos parentes tentam me confortar, mas quem nunca passou pela mesma situação, não sabe o que é. Isso não acalma o coração.


As pessoas se intrometem muito na vida de uma “quase-mãe”?
PP
Sim, dão muito pitaco. O que mais me irrita é conselho para relaxar, como se eu nunca tivesse pensado nisso. A falta de empatia é a resposta pronta que muita gente tem pra dar. Elas não escutam seu problema de verdade. Pra mim não pega quando fala adoção, porque está nos meus planos. Mas o meu sonho é ter a barriga, amamentar… Teve uma situação muito marcante de uma conhecida que me disse: “Depois de todo esse tempo que você está tentando e de todo esse recurso gasto, você já deveria saber que ser mão não é só ter um bebê”. Fiquei bastante chateada. Quem quer ser mãe, sabe que pode adotar uma criança; quem quer engravidar, quer ter um neném.


Das histórias do site, qual mais te marcou?
PP
Todas me tocam, porque a maioria é de pessoas próximas, mas teve uma em especial. A da Darcy*, de 55 anos que conseguiu seguir a vida sem realizar seu sonho. “Eu cuidei de sobrinhos, filhos de amigos, afilhados… Mas meu maior anseio era ter a barriga e amamentar. Não tive. E aprendi a respeitar o destino”, ela me contou.


O aborto espontâneo também é um tabu?
PP
Sim. É uma morte, um luto. E como só a mulher e companheiro se apegaram àquele bebê, para o resto da família e dos amigos, ele não chegou nem a existir. Então, a dor acaba sendo só deles e ninguém entende com precisão o motivo daquele sofrimento. O aborto espontâneo não é um acontecimento normal, como muitos médicos insistem em dizer. É preciso investigar a causa. O corpo da mulher está preparado para seguir com uma gestação saudável até o fim. Se isso não acontece, existe um problema que precisa ser tratado.


O que faltam aos médicos para lidar com essas mulheres?
PP
Em primeiro lugar, falta sensibilidade para dar a notícia. Isso requer um preparo. Cada diagnóstico negativo é uma perda de uma vida, de um sonho, de um esforço. Falta envolvimento, comprometimento em descobrir a razão da infertilidade.


Quais são os questionamentos mais comuns das mulheres que chegam ao seu site?
PP
Dúvidas sobre endometriose. Esse é, sem dúvida, o mau da nossa geração.


O que você espera atingir com o site?
PP
Eu quero alcançar o maior número possível de mulheres para acolhê-las. E ao mesmo tempo ter um controle sobre uma informação mais responsável para esclarecer todas as dúvidas sobre esse processo. 


Como é sua relação com as amigas que têm filhos?
PP
Essa é uma das piores situações, porque fico feliz pela minha amiga, claro, mas ao mesmo tempo me questiono se não sou merecedora de viver essa mesma experiência. Isso só aumenta a culpa. E parece que pra onde você olha tem grávida, gente falando de gravidez, mulheres com bebês… No fundo, a gente só começa a prestar mais atenção, mas acha que é um sinal.


Qual é o limite da tentativa na realização desse sonho?
PP
É a pergunta de um milhão de dólares. Acho que cada um tem o seu, o difícil é encontrá-lo. Achei que o meu já tivesse chegado, mas encontrei um novo médico que mostrou coisas que ninguém tinha me mostrado. Então, quero tentar mais um pouco.


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda  Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Você sabe o que é mindfulness?

Mindfulness: prente atenção no presente (Foto: Shutterstock) Uma técnica simples, fácil, gratuita e cuja única condição para colocá-la em prática é estar vivo. Ajuda a emagrecer, a ganhar mais dinheiro, a diminuir a ansiedade e a depressão, e melhora até as notas de matemática das crianças que são adeptas .

Mindfulness (Foto: Shutterstock)Mindfulness: prente atenção no presente (Foto: Shutterstock)

Uma técnica simples, fácil, gratuita e cuja única condição para colocá-la em prática é estar vivo. Ajuda a emagrecer, a ganhar mais dinheiro, a diminuir a ansiedade e a depressão, e melhora até as notas de matemática das crianças que são adeptas. Parece milagre, mágica, ou uma grande jogada de marketing, mas se chama mindfulness (consciência de uma situação, em tradução livre) e é o novo mantra corporativo moderno. Uma espécie de controle da mente, nada mais é do que a atenção plena no presente, a consciência dos sentimentos e pensamentos durante um momento. É a corrente filosófica oposta ao multitarefa – tão incensada no mundo do trabalho há poucos anos.


Mindfulness é prestar atenção no que está acontecendo sem se apegar ao passado e sem projetar o futuro. “Isso ajuda a perceber coisas novas. Uma das maneiras de praticar o mindfulness é pela meditação, mas não é a única”, diz a americana Ellen Langer, que há 40 anos pesquisa o tema na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. O interesse da psicóloga nova-iorquina pelo assunto surgiu quando começou a se perguntar por que as pessoas cometiam atos aparentemente inexplicáveis, como esquecer as crianças dentro do carro. “Elas agem dessa forma quando estão mindless (consciência vazia). Ou seja: quando enxergam a situação de apenas uma perspectiva”, explica Ellen. Com o passar dos anos, descobriu que quem age de acordo com os princípios mind­ful (consciência cheia) é capaz de encontrar melhores soluções para problemas e também tem as taxas de estresse reduzidas. Em uma de suas pesquisas, Ellen pediu a duas orquestras que tocassem a mesma ópera. A primeira delas, mindless, deveria fazê-lo com técnicas que usaram no passado e consideravam bem-sucedidas. A segunda, mindful, com novos e sutis ajustes. Os pesquisadores gravaram os resultados. Além de sentirem mais satisfação durante o trabalho, os músicos da segunda orquestra criaram um som melhor. “Mesmo sem saber dos bastidores, quem escutou as duas gravações preferiu a da orquestra mind­ful”, conta Ellen. Outras pesquisas mostraram que a técnica aumenta o carisma, a produtividade, a criatividade, a memória e até mesmo a longevidade e diminui o burnout e os acidentes de trabalho.


Existem várias maneiras de provocar estados de mindfulness. “Escanear” o corpo e a mente ao longo do dia é uma delas. Meditar é outra. Outro estudo mostrou que é preciso constância para obter os benefícios da prática. Investir 10 a 15 minutos diários é suficiente (veja quadro). Apps de meditação, como o Headspace e o Welzen, podem ajudar a conquistar esse objetivo.

Mindfulness (Foto: Divulgação)

Fonte: Harvard Health Publication


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Veja Fashion Agencia de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda  Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Você sabe o que é mindfulness?

Mindfulness: prente atenção no presente (Foto: Shutterstock) Uma técnica simples, fácil, gratuita e cuja única condição para colocá-la em prática é estar vivo.

Mindfulness (Foto: Shutterstock)Mindfulness: prente atenção no presente (Foto: Shutterstock)

Uma técnica simples, fácil, gratuita e cuja única condição para colocá-la em prática é estar vivo. Ajuda a emagrecer, a ganhar mais dinheiro, a diminuir a ansiedade e a depressão, e melhora até as notas de matemática das crianças que são adeptas. Parece milagre, mágica, ou uma grande jogada de marketing, mas se chama mindfulness (consciência de uma situação, em tradução livre) e é o novo mantra corporativo moderno. Uma espécie de controle da mente, nada mais é do que a atenção plena no presente, a consciência dos sentimentos e pensamentos durante um momento. É a corrente filosófica oposta ao multitarefa – tão incensada no mundo do trabalho há poucos anos.


Mindfulness é prestar atenção no que está acontecendo sem se apegar ao passado e sem projetar o futuro. “Isso ajuda a perceber coisas novas. Uma das maneiras de praticar o mindfulness é pela meditação, mas não é a única”, diz a americana Ellen Langer, que há 40 anos pesquisa o tema na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. O interesse da psicóloga nova-iorquina pelo assunto surgiu quando começou a se perguntar por que as pessoas cometiam atos aparentemente inexplicáveis, como esquecer as crianças dentro do carro. “Elas agem dessa forma quando estão mindless (consciência vazia). Ou seja: quando enxergam a situação de apenas uma perspectiva”, explica Ellen. Com o passar dos anos, descobriu que quem age de acordo com os princípios mind­ful (consciência cheia) é capaz de encontrar melhores soluções para problemas e também tem as taxas de estresse reduzidas. Em uma de suas pesquisas, Ellen pediu a duas orquestras que tocassem a mesma ópera. A primeira delas, mindless, deveria fazê-lo com técnicas que usaram no passado e consideravam bem-sucedidas. A segunda, mindful, com novos e sutis ajustes. Os pesquisadores gravaram os resultados. Além de sentirem mais satisfação durante o trabalho, os músicos da segunda orquestra criaram um som melhor. “Mesmo sem saber dos bastidores, quem escutou as duas gravações preferiu a da orquestra mind­ful”, conta Ellen. Outras pesquisas mostraram que a técnica aumenta o carisma, a produtividade, a criatividade, a memória e até mesmo a longevidade e diminui o burnout e os acidentes de trabalho.


Existem várias maneiras de provocar estados de mindfulness. “Escanear” o corpo e a mente ao longo do dia é uma delas. Meditar é outra. Outro estudo mostrou que é preciso constância para obter os benefícios da prática. Investir 10 a 15 minutos diários é suficiente (veja quadro). Apps de meditação, como o Headspace e o Welzen, podem ajudar a conquistar esse objetivo.

Mindfulness (Foto: Divulgação)

Fonte: Harvard Health Publication


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Veja Fashion Agencia de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda  Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

A melhor fase da lua para cortar o cabelo de acordo com o seu objetivo

Descubra como as fases da lua podem influenciar no corte do seu cabelo (Foto: Thinkstock) Você já deve ter ouvido falar que para ter cabelos mais volumosos o ideal é cortá-los em época de Lua Cheia ou para que seus fios cresçam é preciso cortar na Lua Crescente. Segundo a astrologia, a lua é capaz de mexer com nossas sensações, desejos, sentimentos e pode até mesmo influenciar na nossa beleza

Descubra como as fases da lua podem influenciar no corte do seu cabelo (Foto: Thinkstock)Descubra como as fases da lua podem influenciar no corte do seu cabelo (Foto: Thinkstock)

Você já deve ter ouvido falar que para ter cabelos mais volumosos o ideal é cortá-los em época de Lua Cheia ou para que seus fios cresçam é preciso cortar na Lua Crescente. Segundo a astrologia, a lua é capaz de mexer com nossas sensações, desejos, sentimentos e pode até mesmo influenciar na nossa beleza.


Por isso, na hora de mudar o visual é aconselhável conhecer bem as quatro fases da dela [Nova, Crescente, Cheia e Minguante] e saber o que é mais vantajoso fazer dependendo do dos seus desejos, pois cada fase influencia de uma forma. A seguir, confira as nossas dicas  e corte o cabelo na data certa para alcaçar o seu objetivo!


LUA NOVA
Está a fim de uma mudança radical? Quer se renovar por completo e arriscar? A melhor Lua para cortar o cabelo em 2017, neste caso, é a Lua Nova. Ela é ideal para quem quer recomeçar. Além disso, ajuda o cabelo a crescer mais bonito, os fios ficam com mais vida e a escova dura mais.


LUA CRESCENTE
Se você possui apenas vontade de cortar o cabelo e falta coragem, é na Lua Crescente que você deve fazer isso sem medo de se arrepender. Essa Lua favorece qualquer tipo de cabelo, mas principalmente aqueles que precisam de força para crescer. Tirar implantes e química também são favorecidos durante a Lua Crescente.


LUA CHEIA
A Lua Cheia é para quem possui fios bem finos e deseja ganhar volume. Ela deixa o cabelo mais forte – até para aguentar químicas – e intensifica o efeito de hidratações. Dica: se você quer arriscar um corte novo, mas não tem tanta certeza disso, não faça isso durante a fase da Lua Cheia. Nela, as emoções ficam à flor da pele e é mais difícil controlá-las. Caso você não goste do resultado, ele pode parecer ainda pior nesse luar.


LUA MINGUANTE
Se seu cabelo é fraco e possui queda excessiva, a melhor Lua para cortar o cabelo é a Minguante, pois haverá a “morte” do fio ruim para o nascimento de um fortalecido. Também é ideal para os cabelos muito volumosos, já que a Lua mingua um pouco o fio, deixando-o mais fino e leve.


 


 


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos SPFW Vogue Epoca  Agencias de Modelos Melhores Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Veja Fashion Agencia de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda  Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Técnicas que deixam os seios firmes e o bumbum empinado sem prótese

Bumbum durinho e empinado sem prótese? É possível! (Foto: Thinkstock) SEIOS FIRMES E EMPINADOS Técnica: mastopexia com implante de silicone Nem toda mulher que opera os seios quer apenas aumentá-los. Mais do que ganhar volume, muitas desejam levantá-los, principalmente após a amamentação ou a perda de grande quantidade de peso.

Bumbum durinho e empinado sem prótese? É possível! (Foto: Thinkstock)Bumbum durinho e empinado sem prótese? É possível! (Foto: Thinkstock)

SEIOS FIRMES E EMPINADOS


Técnica: mastopexia com implante de silicone
Nem toda mulher que opera os seios quer apenas aumentá-los. Mais do que ganhar volume, muitas desejam levantá-los, principalmente após a amamentação ou a perda de grande quantidade de peso. A técnica faz um lifting das mamas, mas, diferentemente do que é feito nos glúteos, não há necessidade de fios ou telas de sustentação. Aqui, utiliza-se a própria gordura da paciente (quando houver) ou prótese, que pode ser cônica ou anatômica.


Indicação: Seios pequenos e caídos, em que há pouca sobra de pele. Também é a operação mais indicada para mulheres muito magras e quase sem busto, por proporcionar um aspecto natural.


Como é: Feita em centro cirúrgico, com anestesia local e sedação, e alta em 24 horas. A incisão, em T invertido ou ao redor da aréola, depende do implante usado, assim como a colocação acima ou abaixo do músculo – mais comum quando a paciente é magra e tem pouca ou nenhuma sobra de pele. “O formato também varia, sendo que os de base estreita e altura maior são usados quando se deseja pouco volume e maior projeção”, diz o cirurgião plástico João Erfon, de Fortaleza.


Pós-operatório: É semelhante ao de uma operação convencional para colocação de implantes de silicone. Em cinco dias, é possível voltar ao trabalho (desde que não demande esforço físico). No primeiro mês, a mulher deve usar sutiã de compressão o dia todo, não dirigir nem praticar exercícios, não carregar peso nem erguer muito os braços. A partir do segundo mês, pode retomar a ginástica em intensidade baixa.


Resultado: Geralmente, depois de 30 dias já dá para saber o aspecto final.


Preço médio: R$ 15 mil.


BUMBUM EM PÉ SEM PRÓTESE


Técnica: lifting de glúteos com tira de sustentação
O método, supernovo, foi codesenvolvido pelo cirurgião plástico Ricardo Cavalcanti Ribeiro, do Rio de Janeiro. Para fazer a suspensão dos glúteos, são usadas telas de polipropileno, material flexível muito comum em cirurgias de hérnia, coração e pulmão. Ele é parcialmente absorvido pelo organismo.


Indicação: Quem tem bumbum pequeno e flácido, com algum grau de queda, ou quem emagreceu bastante.


Como é: Realizado em centro cirúrgico, com anestesia local e sedação, e alta no mesmo dia. São feitas três incisões subcutâneas em cada glúteo, formando um triângulo: uma no sulco entre as nádegas (cóccix) e uma em cada lateral inferior do bumbum (próximo ao sulco que emenda com a coxa). Pela incisão superior, o médico introduz a tela (cortada em tiras de 2,5 cm de largura) com a ajuda de uma cânula com uma agulha dentro, passando-a pelos outros dois pontos onde foram feitos cortes. Por último, a agulha “pesca” a tela de sustentação perto do cóccix, provocando uma tração que levanta o bumbum. A operação dura, em média, uma hora.       


Pós-operatório: A região fica dolorida na primeira semana. Como a tela é colocada logo abaixo da pele e não afeta a musculatura, é possível retomar as atividades normais, inclusive a ginástica, dentro de dez dias, tempo necessário para a cicatrização e retirada dos pontos.


Resultado: Assim que os pontos são retirados, já é possível ver o resultado do lifting.


Preço médio: R$ 8 mil


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Moda no Estadao Folha de S.Paulo Portal G1 SPFW Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Veja Fashion Agencia de Modelos e Top Models Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL,MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Travesti na novela das 9, Silvero Pereira se sente bem como homem ou mulher

Silvero Pereira fala sobre Nonato de A Força do Querer e as questões LGBT (Foto: Globo/Maurício Fidalgo) Silvero Pereira  se define como uma pessoa que não gosta de se “encaixotar”. Livre de preconceitos e firme em suas opiniões, ele não deixa que ninguém o coloque para baixo

Silvero Pereira fala sobre Nonato de A Força do Querer e as questões LGBT (Foto: Globo/Maurício Fidalgo)Silvero Pereira fala sobre Nonato de A Força do Querer e as questões LGBT (Foto: Globo/Maurício Fidalgo)

Silvero Pereira se define como uma pessoa que não gosta de se “encaixotar”. Livre de preconceitos e firme em suas opiniões, ele não deixa que ninguém o coloque para baixo. “Ser chamado de ‘viado’ e ‘traveco’ para mim é motivo de orgulho”, diz ele em entrevsita. Cearense de Mombaça, uma cidade de 50 mil habitantes, o ator de 35 anos – filho de operário e mãe lavadeira – é casado há nove com um dramaturgo, mas teve várias namoradas na adolescência.  


Foi pensando em defender atores transexuais e travestis que Pereira montou a companhia teatral AsTravestidas. Defensor dos direitos da comunidade LGBT, ele acredita que é preciso lutar por leis que defendam a todos: “Se não, vamos acabar revelando que o Brasil se finge democrático e libertário, mas é assassino e violento.”


Como tem sido a repercussão de seu personagem na novela?
SILVERO PEREIRA Faço teatro há 18 anos. Construí uma trajetória artística e política muito importante. Há 15 anos, me dedico às questões LGBT, de travestis, transexuais e transformistas, e  ganhei notoriedade, mas, claro, tudo isso está muito longe do que uma novela das 9 consegue proporcionar. Não consigo mensurar o tamanho disso tudo. Estou em cartaz em São Paulo com a peça “Brtrans“, e, outro dia, andando pela Avenida Paulista, pela primeira vez as pessoas me abordam para falar sobre o Nonato, meu personagem na novela. Nas redes sociais, tenho um Instagram bem ativo e, às vezes, entro ao vivo. Quando isso acontece, sempre aparece uma pessoa que decide me agredir. Reajo politicamente.


O que chama de reagir politicamente?
PEREIRA – Quando tentam me chamar de “viadão”, “traveco”, palavras que podem ser consideradas depreciativas e insultos, eu rebato dizendo que, para mim, elas são motivo de orgulho, adjetivos bem positivos. Esse tipo de atitude faz com que eu acabe levantando essa bandeira para outras pessoas que, no dia a dia, são agredidas e até espancadas. Costumo dizer: “Respondam [às agressões] e se sintam orgulhosas pelo que são”. É muito fácil julgar uma travesti que está na esquina se prostituindo. Mas qual a história dela? Precisamos nos aprofundar nessas questões, sair da superficialidade para entender o que ela sofreu desde criança. Ela está na rua tentando sobreviver.

Leandra Leal e Silvero Pereira na Parada do Orgulho LGBT, neste domingo (18) (Foto: Reprodução Instagram)Leandra Leal e Silvero Pereira na Parada do Orgulho LGBT, neste domingo (18) (Foto: Reprodução Instagram)

Quando decidiu ser ator?
PEREIRA – Minha irmã Cristiana e eu costumávamos brincar de show de calouros. Desde pequeno, gostava de me fantasiar. Trancado no banheiro, me sentia seguro para me expor, pois, sozinho, podia brincar com minhas fantasias. Alguns amigos na infância, principalmente as meninas,  compreendiam minha inclinação para as artes e participavam das minhas invenções. Mas só fui saber o que era teatro quando me mudei para Fortaleza, aos 17 anos. Quando assisti a primeira peça de teatro, descobri o que queria fazer na vida.

Silvero vive a travesti Elis Miranda em A Força do Querer (Foto: Fábio Rocha/TV Globo)Silvero vive a travesti Elis Miranda em A Força do Querer (Foto: Fábio Rocha/TV Globo)

Quando você contou à sua família que era homossexual?
PEREIRA –
Esse sempre foi um assunto difícil de falar com minha família, mas, de maneira natural, eles compreenderam que não podiam exigir de mim questões heteronormativas. Não podiam exigir namoradas, casamento, filhos, algo que eles tentaram  durante minha adolescência. Depois que me reconheci de fato, não permiti que ninguém interferisse em minha construção. 


Você se relacionou com meninas?
PEREIRA – Durante toda a minha adolescência, todas as minha relações foram com meninas. Primeiro namorei meninas; depois, passei a me relacionar com garotos. Foi um processo natural. Não gosto de me encaixotar na obrigação de me definir homossexual, bissexual. Gosto muito mais da liberdade de ser, do que da obrigação de definir. Essa é uma frase que tenho usado sempre. Hoje, aos 35 anos, sou feliz com minha identidade. Não me privo dos meus desejos, sejam eles por homens ou por mulheres. Permito que esses desejos aconteçam e, se tiver que ser por homem ou por mulher, que seja bem bonito para mim.


Como os travestis eram tratados em sua cidade natal?
PEREIRA – uma história muito perturbadora da minha infância: Há uma travesti em minha cidade, que mora lá até hoje, chamada Barbosinha. Sempre me disseram que ela tinha uma doença e eu não deveria me aproximar. Era uma espécie de lenda urbana que dizia que a gente não podia ter contato com a Barbosinha. Quando saí da minha cidade, eu era transfóbico. Fui obrigado a não gostar de Barbosinha, a pensar que ela era quase um bicho.  Mas, apesar de eu não ter compreensão sobre sexualidade e identidade de gênero, sentia interesse por esses temas, mesmo sem saber ainda me encaixar. Foi no teatro que compreendi que as pessoas tinham me feito pensar tudo errado.


Você sofreu preconceito no início de sua carreira?
PEREIRA – Sim, por fazer trabalhos para travestis. A classe artística começou a dizer que eu não era era ator, que deveria virar transformista e seguir os passos de minhas colegas nas boates. Mas enfrentei tudo e hoje digo: “Vocês estavam errados”. Hoje, há travestis que trabalham como  funcionárias públicas, são casadas, respeitadas. Claro que ainda existem muitas que são marginalizadas, mas o cenário é bem diferente de quando eu era mais jovem.


Por que você montou a companhia de teatro As Travestidas?
PEREIRA – Estamos num movimento muito bonito rumo à representatividade nas artes cênicas e me considero alguém que, de fato, contribuiu para esse movimento. Há 15 anos, no Ceará, acompanhei muitas amigas artistas largarem o teatro para trabalhar apenas em boates. A construção do meu grupo foi uma luta política, de resistência, para que as meninas voltassem ao  teatro. No grupo, temos três transexuais graduadas em artes cênicas. Somos em 12 integrantes e tem de tudo: hétero, homo, bi,  fluido de gênero, travesti, transexual e transformista.


O que falta para o seu grupo se multiplicar?
PEREIRA – Políticas públicas em defesa das questões LGBT. A área artística está à frente de outros setores. É preciso que as pessoas reconheçam que o Brasil é o país onde se mata mais travesti e trans no mundo. Não há políticas em defesa dessa comunidade. O Brasil se finge democrático e libertário, mas é assassino e violento.


Na TV, você prefere se ver como Elis ou Nonato?
PEREIRA – Me sinto tão feliz de barba quanto de cabelo comprido e usando vestido. O masculino é uma coisa que me interessa, me excita e me deixa feliz. Mas o feminino é algo que me comove, mexe comigo. Me sinto feliz das duas formas. Até uns 30 anos, me sentia confuso sobre a masculinidade, a feminilidade, mas agora transito normalmente. O teatro foi minha terapia e me ajudou intensamente a resolver essas questões.


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Moda no Estadao Folha de S.Paulo Portal G1 SPFW Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Veja Fashion Agencia de Modelos e Top Models Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Rafa Brites posta foto com Rocco e diz que admira mães que cuidam dos bebês sozinhas

Rafa Brites (Foto: Reprodução/Instagram) Rafa Brites compartilhou um clique com o filho Rocco no Instagram,. Na imagem, o bebê, seu primeiro do casamento com o jornalista Felipe Andreoli, aparece dormindo no seu braço.  Na legenda, a repórter do “Mais Você” contou um pouco da sua rotina com o filho e disse que tem alguém para ajudá-la cinco vezes por semana.

Rafa Brites (Foto: Reprodução/Instagram)Rafa Brites (Foto: Reprodução/Instagram)

Rafa Brites compartilhou um clique com o filho Rocco no Instagram,. Na imagem, o bebê, seu primeiro do casamento com o jornalista Felipe Andreoli, aparece dormindo no seu braço. 


Na legenda, a repórter do “Mais Você” contou um pouco da sua rotina com o filho e disse que tem alguém para ajudá-la cinco vezes por semana. Ela afirmou que admira mães que não tem ajuda para cuidar do filho, porque ela disse que nos dois dias que fica sozinha com o bebê, se sente  exausta.


“Eu realmente admiro mães que por opção, ou por falta dessa opção, não tem ajuda para cuidar de um bebê. Não sou alienada a ponto de não saber que ter uma empregada doméstica ou babá é para a minoria ínfima aqui no nosso país. Enfermeira então é o luxo dos luxos. Não daria nem para falar que em outros países isso é comum porque não é. Pelo contrário, são profissões geradas pelo modelo de vida da classe alta latina. Nos países da Europa, nos Estados Unidos, Japão etc é raríssimo. Eu sou uma dessas latinas, de determinada classe, que tem a opção de contar com esses serviços. Tenho pessoas 5 vezes por semana que, junto comigo e com o pai dividem a tarefa de cuidar do Rocco. Agora, nos dois dias que não tenho, fico exausta”, afirmou.


“Como o Felipe trabalha durante o final de semana fico sozinha mesmo. Não rola nem a casa das vovós porque elas moram em outra cidade. Aí, minhas costas doem demais. Me enrolo toda. Tomo banhos pela metade, secar o cabelo como podem ver pela foto, nem pensar. Para me vestir apelo para os canais de desenho (coisa que dizia que só deixaria depois de uma certa idade). Acumula louça, roupa, lixo com fraldas, não dou conta de esterilizar as coisas. Mas assim fica porque amanhã é segunda-feira e chega toda a turma que me ajuda. Mas e aí? Na sua casa que não chega ninguém? Nem amanhã nem depois? Sei que cada um analisa sua situação através da própria realidade, mas não tenho como não me ver como uma patricinha mimada ao reclamar que está difícil.”


Ela continou dizendo que o vínculo criado com o filho quando cuida dele sozinho é diferente. “Ao mesmo tempo, o vínculo criado nesses dois dias intensos é algo diferente dos outros. Certamente as mães que não contam com essa ajuda têm um vínculo maior com seus filhos. Algo doído de eu ter que admitir, mas sim, ao ter essa regalia toda, divido também a criação do meu filho com outras pessoas. Não que isso seja ruim, até porque são maravilhosas, provavelmente mais sábias do que eu. Mas é um fato. Pago pau para vocês mães 24h mão na massa. Ainda fazem o almoço, cuidam do filho mais velho. Como isso? Acho que minha couraça é muito fina mesmo, viu. É muito nhé nhé nhé. Parabéns. São exemplos pra mim, viu? TODO O MEU RESPEITO E ADMIRAÇÃO. Bom final de domingo, que no fundo dá quase na mesma que a segunda…”


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Moda no Estadao Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Veja Fashion Agencia de Modelos e Top Models Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Horóscopo Fashion – de 24 a 30/04

Nesse período de 24 a 30/04, o que o cosmo reserva pra nós? No dia 24, com a Lua em Áries (primeiro signo do zodíaco), ficamos com vontade de dar um gás em tudo

Nesse período de 24 a 30/04, o que o cosmo reserva pra nós? No dia 24, com a Lua em Áries (primeiro signo do zodíaco), ficamos com vontade de dar um gás em tudo. É um começo de semana cheio de energia emocional. Ficamos com mais disposição pra enfrentar desafios e mais impacientes com limitações. Saturno retrógrado em Sagitário está bem com Mercúrio retrógrado em Áries: ótimo momento pra refazer estratégias, com foco e ideias sólidas. Segundona boa também pra começar um diário e rever gastos. Mas cuidado com as palavras, elas ficam bem duras.

Dia 26 com Lua Nova em Touro às 12h16. Por 7 dias temos facilidade pra colocar nosso mundo material em ordem e nos abrirmos pra abundância. O que devemos trabalhar: valor, autoestima, gratidão, prazeres, 5 sentidos, erotismo. E o Mercúrio retrógrado colado em Urano em Áries? A hora de deixar ideias preconceituosas e estreitas pra trás é agora! Aproveite essa chance!

Dia 27: os Nodos (Norte e Sul) mudam de signos. Até então estavam em Virgem (hábitos, corpo, métodos) e Peixes (espiritualidade). Agora passam pra Leão e Aquário: toda atenção é voltada pro que amamos! Guie-se por suas próprias experiências e fique mais autêntico, desengessado. O convívio social é outra pauta da vez.

Dia 28 com Vênus entrando em Áries: tempo de amor à primeira vista. Porém, o fogo da paixão pode acabar queimando o amor, ou durar muito pouco… Signos regidos por Vênus (Touro e Libra) sofrem atrasos nos afetos e nas finanças, além de pintar uma falta de foco. Já os arianos, mais charmosos e atraentes, arrebatam corações!

Com Plutão retrógrado por 4 meses, temos a oportunidade de internalizar e promover mudanças em nossos padrões emocionais. Capricornianos e cancerianos do segundo decanato podem esperar por modificações radicais em setores ligados ao relacionamento afetivo e mesmo no modo como se relaciona consigo mesmo. Com Plutão em Capricórnio, signo que rege os joelhos (simbolismo da humildade), somos lembrados que precisamos ceder, soltar o controle e a rédea curta das situações; render-nos diante da nossa impotência, do desconhecido; desistir de saber tudo, resolver tudo, controlar tudo…

#prapensar: “Vestir-se bem é também vestir-se com ética”

Pra saber como o Sol em Touro afeta os signos, previsões desta semana e dica de acessórios, clica aqui embaixo – e pra mais dicas de Jakeastróloga, clique no Esoteríssima! Namastê!

#meuestilo: Maju Trindade

Maju Trindade é um desses fenômenos da internet: com 4,2 milhões de seguidores no Instagram , a digital influencer começou a crescer no extinto aplicativo Vine (rede social de vídeos rápidos) e não parou mais! Fez fotos pra C&A e participou recentemente da campanha da parceria da Adidas com a Stella McCartney , replicada pela própria estilista em seu Instagram – chic! Quer saber o que ela curte quando o assunto é moda? Batemos um papo com a Maju no intervalo das fotos da campanha da Atitude Eyewear pra saber – clica no play pra conferir e não esquece de se inscrever no nosso canal do Youtube !

Maju Trindade é um desses fenômenos da internet: com 4,2 milhões de seguidores no Instagram, a digital influencer começou a crescer no extinto aplicativo Vine (rede social de vídeos rápidos) e não parou mais! Fez fotos pra C&A e participou recentemente da campanha da parceria da Adidas com a Stella McCartney, replicada pela própria estilista em seu Instagram – chic! Quer saber o que ela curte quando o assunto é moda? Batemos um papo com a Maju no intervalo das fotos da campanha da Atitude Eyewear pra saber – clica no play pra conferir e não esquece de se inscrever no nosso canal do Youtube!

Você sabia que um sono reparador ajudar no emagrecimento?

Sono pode ajudar no emagrecimento (Foto: Thinkstock) Uma noite de sono profundo e sem interrupções, onde conseguimos realmente relaxar e se desligar de tudo, é reparadora não é mesmo? Acordamos melhor, com mais disposição, bem-humorados, o dia fica mais produtivo, o treino rende mais e acredite: emagrecemos!  Isso porque durante sono ocorre a “regulação” de vários processos do nosso organismo que participam da síntese de hormônios, como hormônio do crescimento, tireoide e testosterona. Ocorre também regulação do metabolismo, regulações neurológicas e emocionais.

Sono pode ajudar no emagrecimento (Foto: Thinkstock)Sono pode ajudar no emagrecimento (Foto: Thinkstock)

Uma noite de sono profundo e sem interrupções, onde conseguimos realmente relaxar e se desligar de tudo, é reparadora não é mesmo? Acordamos melhor, com mais disposição, bem-humorados, o dia fica mais produtivo, o treino rende mais e acredite: emagrecemos! 
Isso porque durante sono ocorre a “regulação” de vários processos do nosso organismo que participam da síntese de hormônios, como hormônio do crescimento, tireoide e testosterona. Ocorre também regulação do metabolismo, regulações neurológicas e emocionais. O sono é realmente um bem necessário!


Diversos estudos mostram que a privação de sono prejudica a memória e concentração, aumenta irritabilidade, leva a maiores chances de depressão, podendo levar até a hipertensão, diabetes e outras doenças cardiovasculares. Um estudo realizado pela Universidade de Chicago, onde 11 pessoas com idades entre 18 e 27 anos foram impedidas de dormir mais de quatro horas durante seis dias, mostrou que o efeito foi assustador. No final do período, o funcionamento do organismo dessas pessoas era comparado ao de uma pessoa de 60 anos de idade e os níveis de insulina eram semelhantes aos dos portadores de diabetes. Um outro estudo realizado na Califórnia, mostrou que a privação de sono aumenta a ansiedade o que como consequência indireta pode levar ao ganho de peso por gerar compulsão alimentar.


De acordo com o Instituto do Sono, existem diversos distúrbios que atrapalham e causam insônia, bruxismo, sonambulismo, ronco e apneia. As principais causas desse prejuízo são a restrição e/ou a fragmentação do sono. A rotina agitada, responsabilidades no trabalho, uso de medicações, excesso de atividade física, são alguns fatores que levam a esses dois problemas. Quem nunca dormiu preocupado com alguma situação e como consequência obteve uma péssima noite de sono? Se lembra como acordou ou passou o dia? Agora imagine isso acontecendo diariamente com uma pessoa. Com certeza acarreta em impactos profundos em diversos aspectos de sua vida.


Enfim, fica claro que dormir bem corresponde a uma porcentagem importante da qualidade de vida de uma pessoa e por isso, é preciso saber que dormir bem é diferente de dormir muito. Segundo minha amiga e especialista em otorrinolaringologia, Erika Cabernite, o sono apresenta um padrão cíclico nas fases REM e não REM. É durante o sono REM (em média leva-se cerca de 90 minutos para entramos nessa fase), que nosso organismo atinge um estado de relaxamento mais profundo e um sono reparador ocorre, quando a arquitetura desses ciclos está mantida. Ainda segundo a mesma, os microdespertadores de quem sofre de apneia, por exemplo, piora a qualidade do sono e aqui conseguimos entender, que dormir à noite toda não é sinônimo de dormir bem.


Então seguem algumas dicas do Instituto do Sono, para obter uma noite reparadora: fazer exercício regularmente (já perceberam que isso melhora tudo?), priorizar atividades físicas pela manhã, dormir em ambiente escuro, respeitar o horário para dormir, desligar televisão, ler antes de dormir, favorecer um local com conforto, ter bons pensamentos e fazer esforço para se desconectar dos problemas diários. É de extrema importância se atentar as suas noites de sono e muitas vezes é preciso ajuda de especialistas da área para avaliação e tratamento de possiveis distúrbios do sono. Melhorando a qualidade do seu sono, você notará mudanças inacreditáveis em seu organismo e perceber que talvez esse era o fator “chave” que faltava para seu emagrecimento.


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Veja Fashion Agencia de Modelos e Top Models Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model